O34A0028.jpg

index

index é um evento dedicado à relação entre arte e tecnologia, que surge no contexto do programa da cidade de Braga enquanto Cidade Criativa da UNESCO para as Media Arts.

Em 2019, assistimos ao momento zero do que queremos que seja a primeira edição da Bienal de 2021.

 

Dividido em três eixos de programação – Pensamento, Performance e Exposição – o index trouxe à cidade alguns dos nomes mais relevantes no cruzamento entre arte e tecnologia.

O melhor de 2019

Entre os dias 23 e 27 de outubro de 2019, Braga recebeu um total de 29 convidados, artistas e pensadores, dos cinco continentes, que estiveram juntos para apresentar a um público vasto e diversificado as diferentes manifestações artísticas onde a tecnologia tem um papel estruturante.

<- Veja o vídeo resumo da edição de 2019.

 

O34A0767.jpg

Construção de um index

A série "Construção de um index" é um conjunto de momentos de ligação entre o que foi a edição de teste do index, em 2019, e o que será a sua primeira edição oficial, em formato Bienal, em 2021.

Construção de um index #1, a primeira sessão deste ciclo, aconteceu no gnration no dia 29 de fevereiro.

Aí, pensámos a relação entre arte, ciência e tecnologia e o papel do erro no contexto de processos artísticos e tecnológicos, através de duas mesas redondas.

Inaugurámos a instalação "The invention of sense", de Marcel Weber, incluída na série Scale Travels, e apresentamos o espetáculo audiovisual "Membrane" da autoria da dupla canadiana Push 1 Stop & Wiklow.

Mesa redonda #1

Arte, tecnologia e ciência: novos caminhos para uma longa relação


Com Jana Nieder, João Ribas e Marcel Weber, com moderação por Fernando José Pereira.

O que une e o que separa estes três conceitos? Neste painel discutimos potenciais novos caminhos para a já longa relação entre arte, tecnologia e ciência, propondo uma reflexão sobre de que forma artistas e cientistas podem retirar mútuos benefícios de processos conjuntos, apesar de se encontrarem ligados a contextos substancialmente diferentes. A problemática será discutida através da perspetiva de artistas, curadores e uma cientista.

<- Clique no vídeo para assistir à gravação integral desta mesa redonda.

Mesa redonda #2

O erro no contexto de processos tecnológicos e criativos

 

Com Élie Blanchard, Karin Ohlenschläger e Salomé Lamas, com moderação por Miguel Carvalhais.

A edição inaugural do index ficou marcada por um episódio em que um erro de cariz tecnológico impediu a realização de um espetáculo. Agora é este o ponto de partida para uma discussão sobre o erro no contexto de processos artísticos e tecnológicos. Desastre ou oportunidade de melhoria? Acidente ou ferramenta? A problemática foi discutida através da perspetiva de artistas e curadores com diferentes backgrounds.

<- Clique no vídeo para assistir à gravação integral desta mesa redonda.